Entrar na área de Segurança.

Primeira coisa a fazer, é saber o que quer, saber em qual pedaço da área de segurança que você quer atuar. Tem a parte de documentação, monitoramento, ofensiva, defensiva, investigativa e muitas outras.

Segunda coisa é persistir, querer crescer, e saber que em nenhum momento se pode ficar parado, tem que crescer pelo menos um milímetro por dia. É se manter curioso a todo instante, igual a uma criança, querendo saber de tudo. E vencer a vontade de não fazer nada, e principalmente vencer o desânimo.

É normal bater o desânimo, pois é muita coisa para aprender, em pouco espaço de tempo, as vagas de emprego pedem muita coisa, e tem muita gente boa no mercado. Mas é como você se comporta diante das situações que os seus resultados são moldados.

Aquela vaga que pede muita coisa, pode ser que agora não dê, mas e daqui a um ano, dois?

Entrar em sites de emprego, e estudar os requisitos das vagas, ajuda muito a criar uma trilha de conhecimento estruturado. Conhecer vários tópicos, mesmo que superficialmente vai ajudar muito o seu desenvolvimento.

Fazer entrevistas, mesmo sabendo que por enquanto é impossível ficar na vaga é ótimo. Pois você aprende sobre os perfis mais buscados, conhece pessoas, se solta mais e ainda se torna conhecido.

E aquele profissional que você acha que é insuperável, fora da curva, que tem um nível de conhecimento que te assusta. Ele aprendeu tudo que ele sabe do “Zero”, ele não nasceu sabendo. Ache ele nas redes sociais, e comece a conversar.

A comunidade de segurança é bem receptiva, as vezes te pegam pela mão, te ensinam e te agradecem, por terem te ensinado. É algo fantástico.

Ter conhecimentos em redes, saber como o sistema operacional funciona, ter uma lógica de programação sólida, arranhar em alguma ou algumas linguagens, e conhecer o mínimo de banco de dados, é o princípio para se começar na área. Além do inglês, saber inglês é fundamental, o inglês “técnico” é muito pouco, precisa ser “fluente”, com isso em todo lugar, em qualquer canal você consegue se comunicar.

O profissional de segurança é generalista, sabe o mínimo necessário de várias coisas, sabe o suficiente para conseguir se virar, e ir buscando mais conhecimento.

Outra coisa essencial é combater o sedentarismo, caminhar, correr, lutar, fazer qualquer atividade física, dentro de suas limitações, traz um relaxamento e uma maior oxigenação para o cérebro, o fazendo trabalhar mais e melhor, com isso você aprende mais e vem a sensação de dever cumprido.

O Youtube possui muitos canais com conteúdo de qualidade e gratuito. Se está sem dinheiro para comprar treinamentos, pegue a ementa do curso e busque no Youtube algo que explique aquela ementa. Vá garimpando, com isso você adquire conhecimento.

Certificação é algo necessário, mas tirar a certificação através da dedicação e estudo.

Não adianta ter a certificação e não saber nem do que se trata. Precisa dominar o assunto, merecer ter a certificação.

OBS: Se alguém demora um mês, um dia para aprender e dominar algo, ótimo. Mas se você demora um ano para obter o mesmo resultado, também ótimo. Tudo no seu tempo, ninguém atrasa e nem adianta, todos chegam na hora.

Ir em eventos relacionados a segurança, e assistir palestras, não é perder tempo. É investir em seu desenvolvimento.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *