Unnatural Selection – Biohacking na Netflix

Lançada recentemente pela Netflix, Unnatural Selection é uma minisérie em quatro episódios sobre um assunto ainda incomodo para muita gente: Biohacking.

(No final deste texto temos um convite para você.)

“Da erradicação de doenças à escolha das características do bebê, a edição genética permite alterar a biologia humana. Saiba quem são os cientistas por trás de tudo isso.” – Esta é a descrição de Unnatural Selection na Netflix.

Unnatural Selection Trailer

Este documentário traz especialistas e pesquisadores independentes, pioneiros no uso da tecnologia de edição de genoma CRISPR / Cas9, tecnica que facilita em muito a edição genetica. Individuos como Dr. Josiah Zayner, biofísico e ex-funcionário da NASA, bastante conhecido entre os biohackers e fornecedor de kits on-line para uso da CRISPR e outras tecnologias diretamente no conforto no nosso lar (e você ai achando o delivery de comida moderno). Aaron Traywick, CEO da Ascendance Biomedical, empresa que tem trabalhado em um tratamento para o HIV. E talvez aquela que pode ser a parte mais tocante do documentário, quando conhecemos Jackson Kennedy, cuja cegueira genética pode ser corrigida “pela bagatela” de 850.000 dólares.

Unnatural Selection
Criado e dirigido por Leeor Kaufman e Joe Egender
Titulo em português: Seleção Artificial
A primeira temporada traz 4 capitulos que apresentamos abaixo:

  1. Editando a vida – 70 min
    Tecnologias de edição genética prometem eliminar doenças. Biohackers insistem em acessá-las, e cientistas se veem diante de questões éticas assustadoras.
  2. Os pioneiros – 64 min
    Novas terapias genéticas podem mudar a vida de Jackson, Nick e Tristan. Mas, nesse campo cheio de riscos, não existem garantias, e o custo pode ser altíssimo.
  3. Mudar uma espécie inteira – 62 min
    A tecnologia de edição genética nos permitirá moldar e erradicar espécies inteiras. Mas suas implicações alarmam ativistas e defensores da bioética.
  4. A próxima geração – 68 min
    Jackson se prepara para a cirurgia. Maria e Victor aguardam seu bebê “de três genitores” em uma clínica ucraniana que utiliza tecnologia de transferência pronuclear.

Se você acha que este documentário fala sobre ficção ciêntifica e não algo ascessivel ao terceiro mundo… fazemos o convite para que participem da palestra do biomédico mestrando pela UNIFESP em Infectologia Wagner Guimarães durante a Biohacking Village da H2HC.

A Biohacking Village terá outras atividades interessantes, lightning talks sobre Bioterrorismo e segurança da informação (com Eduardo Padilha), Antropologia Ciborgue (com Gil Vicente Nagai Lourenção), Cultura biohacker (com Paulo Kawanishi), um workshop sobre Bio Tecidos (com Yuri Campos Klink) e Cibersegurança Dispositivos Implantáveis (com Raul Cândido, este que vos escreve), alem da participação internacional de Nina Alli com a palestra “Gamification Will Lead to Better Medical Device Resilience”.

One Comment

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *