Internet das Coisas

Internet das Coisas ou IoT (Internet of Things), é a ideia de ter vários dispositivos eletrônicos do dia a dia conectados à internet. Esses dispositivos podem variar desde sua cafeteira até toda a casa onde você mora. Já existem empresas que utilizam a IoT para ter maior controle dos seus produtos que estão sendo fabricados. Mas como é possível ter esse controle sobre várias coisas?

Cena do filme Homem de Ferro.
Cena do filme Homem de Ferro.

Vamos começar pela sua casa. Imagine uma casa inteligente. Quando você acorda, a cortina abre, sua cafeteira liga, uma voz eletrônica informa condições do tempo, previsão de chuva ou se vai ter sol o dia todo. Alguém aqui já assistiu o primeiro filme do homem de ferro? Lembra da cena em que a repórter é acordada pelo J.A.R.V.I.S.? Excetuando-se a parte do assistente virtual do Stark que é uma inteligência artificial, o que descrevi acima se encaixa em IoT.

Parece algo digno de ficção científica apenas, mas no tempo em que vivemos, com o avanço tecnológico que existe, isso é possível. Essa ideia funciona com ajuda de sensores, processamento, internet e big datas (caso haja necessidade) para o armazenamento de informações coletadas.
Pensem em todos os dispositivos eletrônicos que temos em casa, “conversando” entre eles, adaptando-se às condições externas, sejam elas do ambiente à sua volta, ou para uma necessidade específica de um grupo ou mesmo apenas de uma pessoa. Ter notificações em seu smartphone de portas e janelas abertas sem o seu conhecimento, sensores de presença. Nossa! Se deixar podemos passar horas imaginando.

Lembra que falei sobre o avanço tecnológico? Então, quero deixar claro que é possível você começar isso em sua casa, por conta própria, desde que tenha dinheiro para investir em alguns componentes eletrônicos, o qual se encontra mais acessível como por exemplo o Arduíno, e conhecimentos sobre programação e eletrônica. Mas nada como uma boa pesquisa pela internet para encontrar tutoriais sobre como automatizar algo em sua casa e ligar isso pela web.

Entretanto existe algo que pode ser perigoso. A invasão e interceptação de dados dessa rede de IoT. A preocupação com a segurança dos dispositivos inteligentes e dos dados que trafegarão na internet existe desde o início da rede. Para a Internet das Coisas funcionar com tudo que tem direito faz-se necessário ainda investir mais em segurança. Na Defcon em Las Vegas, vários hacker descobriram no total 47 vulnerabilidades em 23 dispositivos de 21 empresas diferentes. Entre eles trancas eletrônicas de 9 empresas diferentes, o que é preocupante.

A Internet das Coisas já trouxe muitos benefícios. Porém, ao analisarmos suas aplicações sob a perspectiva da segurança da informação, percebemos que ainda faltam muitos investimentos nessa área para que a IoT possa dar um passo maior.

Renan Pedro

Renan Pedro é estudante de Engenharia da Computação na Unopar. Cursando Análise Forense Digital na eSecurity, entusiasta do mundo Hacker e autor do blog www.presonoparalelo.blogspot.com

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: